You are currently viewing Hyundai revela o IONIQ 6: um desejo elétrico ...

Hyundai revela o IONIQ 6: um desejo elétrico ...

A Hyundai conquistou o seu lugar no mercado e sublinhou que no segmento dos elétricos tem uma palavra a dizer. Prova disso foram os prémios arrecadados com o IONIQ 5, conquistando o título de Carro Mundial do Ano 2022, assim como o de melhor design e de melhor carro elétrico. Agora, para dar seguimento ao trabalho apresentado com o seu 100% elétrico galardoado, a marca sul-coreana apresenta o IONIQ 6.
Apesar de haver um corte substancial em relação à versão anterior, principalmente no que toca ao seu aspeto, é relevante observar que a empresa dedicou muito tempo ao pormenor. De facto, para um elétrico, o seu design parece uma composição artística.

 

Hyundai: Obsessão pelo pormenor

A Hyundai apresentou o novo IONIQ 6. O veículo, uma nova berlina elétrica, mostra-se com uma carroçaria em forma de arco, com uma aerodinâmica muito bem pensada.
Com um mercado dos elétricos cada vez mais povoado, este eventual concorrente do Tesla Model 3, renasce como uma evolução do Prophecy concept. A marca refere que o carro deverá estar à venda em 2023.

 

Fabricado a partir da plataforma já usada no IONIQ 5, a E-GMP, o novo elétrico tem 4855 mm de comprimento, 1880 mm de largura, 1495 mm de altura e 2950 mm de distância entre eixos. A frente, contrariando um pouco a linha do seu irmão mais velho, é agora mais polida e discreta.
Uma das similaridades que traz, face ao modelo concept, são os faróis “pixel”. Além disso, está igualmente presente o spoiler na traseira e a linha de ombros curva. No entanto, este novo IONIQ é mais alto e mais prático. Apesar do seu aspeto “desportivo”, a sua linha de tejadilho é 200 mm mais alta face ao Prophecy concept, por causa da bateria com 150 mm de espessura.
O interior do Hyundai IONIQ 6 também está repleto de materiais e cores sustentáveis.
Dependendo do nível de acabamento, estes incluem couro de origem ecológica (assentos), tecido PET reciclado (assentos), pele biológica TPO (painel de instrumentos), tecido PET biológico (forro do teto), tinta biológica derivada de óleos vegetais (portas), e tapetes a partir de redes de pesca recicladas – este último é uma estreia para a marca IONIQ.

Habitáculo do elétrico é minimalista sem ser pobre

Se bem estamos lembrados, na apresentação do IONIQ 5 um dos pontos mais sublinhados foi a ergonomia. Pois bem, o IONIQ 6 está desenhado como se o condutor e os passageiros viajassem numa espécie de casulo, com uma atmosfera moderna, onde sobressai a visibilidade circundante e muito espaço à disposição.
Outro ponto já familiar é o desenho da consola. Esta é central é plana, o que permite que os ocupantes dos lugares da frente possam trabalhar num portátil ou num tablet. O tablier é formado por uma dupla de ecrãs de 12 polegadas (um para a instrumentação e outro para o infotainment) colocados numa única estrutura e a consola central é flutuante.
A ampla distância entre eixos permite também muito espaço para pernas para os ocupantes da segunda fila. Tal como referido, foram utilizados apenas materiais sustentáveis para o efeito, nomeadamente couro artificial, garrafas de plástico recicladas, tintas de base vegetal, entre outros.
Há ainda um volante de dois raios e luz ambiente.
Será possível escolher entre 12 cores exteriores, incluindo um novo verde feito com base num pigmento de bambu. Existem jantes entre 18 e 20 polegadas à escolha.

Preço e disponibilidade

A informação sobre a disponibilidade, assim como o preço, só será divulgada mais tarde. Segundo a empresa, estas e outras informações de cariz mais técnico, serão reveladas a 14 de julho. Contudo, sabe-se que o sistema elétrico de 800V permitirá fazer carregamentos rápidos até 350 kW.

 

Outro dado que é também já corrente refere que poderá ser possível escolher entre as baterias de 58 e 77,4 kWh, sendo que a bateria com maior capacidade permitirá um alcance até 482 km.
Quando à tração, o novo IONIQ 6 terá opções de tração traseira (com um motor) ou integral (com dois motores). Na calha está ainda uma versão N com perto de 585 cv.