You are currently viewing Sabia que… alguns edifícios  serão obrigados a ter postos de carregament ...

Sabia que… alguns edifícios serão obrigados a ter postos de carregament ...

O governo português deu um passo ousado em direção a um futuro mais sustentável com a implementação do Decreto-Lei n.º 101-D/2020, que torna obrigatória a instalação de pelo menos 2 pontos de carregamento para veículos elétricos em todos os edifícios de comércio e serviços com mais de 20 lugares.

Esta medida, que entrará em vigor em 31 de dezembro de 2024, coloca Portugal na vanguarda da promoção da mobilidade elétrica na Europa.

Meta para eletrificação comercial

Esta decisão governamental surge como resposta à crescente necessidade de acelerar a transição para a mobilidade elétrica, contribuindo para a redução das emissões de carbono e para a construção de um futuro mais sustentável.

Ao tornar obrigatória a instalação de pontos de carregamento, Portugal demonstra o seu compromisso em criar uma infraestrutura robusta que apoie a adoção em massa de veículos elétricos.

Desafios e Oportunidades para Empresas e Proprietários

A implementação eficaz do decreto não apenas supera desafios, mas cria oportunidades substanciais para o setor comercial.

As Empresas e Empreendedores que investirem agora na instalação de redes de carregadores elétricos estarão na vanguarda deste movimento, contribuindo para a construção de uma infraestrutura essencial para o futuro da mobilidade sustentável em Portugal.

Este momento crítico, portanto, não só exige uma resposta eficaz para atender à demanda crescente por pontos de carregamento, mas também oferece uma oportunidade única para visionários empresariais moldarem ativamente o futuro da mobilidade elétrica no país.

Implicações para o Futuro Sustentável

Ao agir agora para cumprir o decreto, os estabelecimentos comerciais não apenas evitam penalidades, mas também contribuem para a construção de uma infraestrutura robusta que beneficiará toda a sociedade.

A transição para a mobilidade elétrica é inevitável e está a impulsionar não apenas o setor empresarial, mas também orienta o país rumo a um futuro mais verde e sustentável. Não se trata apenas de uma visão. A mobilidade elétrica é uma realidade iminente, e o país está a adotar medidas concretas para assegurar sua realização.

Fonte: Jornal Público

www.eva-network.eu